Parabéns new.love Bowl

Dia 20 de maio de 2008 ficou marcado na história do skateboard mundial. Era inaugurado nesse dia, no sul do Brasil, uma das mais recentes paixões dos skatistas brasileiros e estrangeiros: o new.love Bowl.

Newlove Bowl

new.love Bowl (foto: André Gralha)

Porém essa história começou no início de 2007, quando uma turma de skatistas old school andava querendo botar em prática um sonho antigo deles de ter uma pista ideal para andar e ao mesmo tempo o Swell Skate Camp estava recebendo várias melhorias após décadas de estagnação. Após conversas iniciais um acordo foi firmado e trouxe benefício para ambos os lados, mas o grande benefício foi sem dúvida concedido ao skateboard.

As primeiras reuniões para a definição do projeto da pista foram comandadas pelo arquiteto Frederico Cheuiche e realizadas na casa de um, no escritório de outro e sempre o anfitrião tinha de oferecer uns comes e bebes aos convidados. Começava ali também a retomada de antigos laços de amizade e a concretização de novos.

reunião decisiva

Reunião decisiva

Primeira reunião

Primeira reunião

Quando se chegou à questão financeira da parceria surgiram os primeiros receios, as primeiras travadas, mas nada que um ato típico de skatista não resolvesse. Antes mesmo de cada um consultar conta bancária, família etc, a decisão foi uma só: fazer o bowl a qualquer custo e depois se divertir. A Swell entrou com 50% do valor e os sócios unidos investiram os outros 50%.

Em poucos dias foram iniciados os primeiros trabalhos práticos: marcações, nivelamentos de terreno, escavação do buraco.

Nivelamento de terreno

Nivelamento de terreno

Abrindo o buraco

Abrindo o buraco

A obra logo andava de vento em popa e todos muitos animados, até que os primeiros problemas começaram a surgir. A mão de obra que estava sendo utilizada não conseguiu vencer os obstáculos impostos pelas particularidades de uma pista de skate e isso, somado aos altos contrastes das condições climáticas do RS, fizeram com que a etapa de concretagem e acabamento final da pista falhassem.

Diversos contatos e estudos foram feitos e não se chegava a uma solução, até que se decidiu parar a obra até achar a solução confiável, pois o fim da história não poderia ser outro que não a perfeição.

Novas reuniões, possibilidades de chamadas extras de dinheiro do grupo, e um nome citado: George Rotatori. O contato com o arquiteto mais experiente do Brasil foi feito e em 2 semanas ele estava na Swell, dentro do buraco e acompanhado de Jorge Nos, que com sua equipe teria a importante missão de terminar de esculpir a obra de concreto. Após 2 dias de intenso trabalho e testes, Rotatori elaborou um relatório que esmiuçava desde técnica de montar gabaritos até a composição do material para cada camada de concretagem da pista.

Guto e Rotatori

Guto e Rotatori

A confiança de todos estava em alta, mas novamente um desafio estava lançado: a Swell Skateboard já colocava uma meta para o fim da obra com a divulgação da data de inauguração oficial do bowl e do tradicional evento Old is Cool. A pista não poderia mais atrasar e deveria ficar pronta pelo menos 10 dias antes do evento, que estava marcada para os dias 31 de maio e 1º de junho.Os trabalhos foram intensos, em períodos da manhã, tarde e noite.

Obra até mesmo de noite

Obra até mesmo de noite

Mesmo em períodos de obra, a Swell já começava a receber visitas ilustres: Steve Van Doren, Geoff Rowley e Jhonny Layton.

Steve e Eduardo Vivente

Steve e Eduardo Vivente

Além deles, inúmeras outras pessoas iam à Swell para ver um sonho coletivo se tornando realidade. Notícias iam saindo na mídia e a ansiedade para andar só aumentava.

Após 45 dias de obra, a pista estava quase pronta, faltando apenas a instalação dos desejados cooping-blocks e dos azulejos.

Cooping blocks instalados

Cooping blocks instalados

Dias finais da obra

Dias finais da obra

Logo foi cumprida também esta etapa e tudo estava pronto para a inauguração fechada somente para os sócios do bowl: Alessander “Maninho”, Alexandre Fornari, Alexandre “Poupa”, Álvaro Fazio, Anderson “Ramone”, Clayton Campos, Fábio Sklovsky, Fernando Tesch, Frederico Cheuiche, Gabriel Teixeira, Gilberto “Atlântico Sul”, Gustavo Tesch, Ignácio Sant’Anna, Josué Menezes, Juarez Mascarello, Kako Max, Lucas Teixeira, Luciano Pauletti, Luciano Peixoto “Yerbah”, Marcelo Chagas, Marcinho Machado, Paulo Carvalho, Paulo Campos “PC”, Pércio Gulko, Rafael Avielo, Renato Spagnoli, Rodrigo Paixão, Sergio Oliveira e Ulo.

Sócios na inauguração

Sócios na inauguração (foto: André Gralha)

A noite da inauguração foi contagiante, foi algo que fez com que hospitais perdessem médicos, audiências ficassem sem advogados, escritórios sem empresários, academias sem personal trainers, esposas sem maridos e famílias sem pais de família! Todos os sócios só queriam estar lá, entre velhos e novos amigos, dropando e ensaiando as primeiras manobras executadas no new.love Bowl.

Após a inauguração já chegavam os primeiros skatistas de fora do RS que vinham participar do Vans Old is Cool, evento que revolucionou o movimento old school no Brasil. Diversos profissionais compareceram, inúmeros veículos de comunicação cobriram o evento, houve grande presença de público espectador e a confraternização foi geral.

Old is Cool-2008

Old is Cool 2008 (foto: Shin Shikuma)

Após o evento, as sessões ficaram mais tranqüilas mas a satisfação continuava dia após dia no rosto de todos que pelo bowl passavam. Sessões for-fun, sessões de treino, churraskate, festinhas de aniversário e por aí vai.

Logo vieram os próximos eventos: comemoração dos 20 anos de skate de Allan Mesquita, Swell Fun & Crazy e Beers & Bowls eventos sem intuitos comerciais mas de total apelo ao skate for-fun. Também com o intuito for-fun iam aparecendo na Swell brasileiros de todo canto do país e também estrangeiros, desde argentinos até europeus.

Tudo isso já seria uma bela história para apenas 1 ano de existência da pista, mas no seu 11º mês foi realizada a 4ª edição do Old is Cool, com patrocínio da Gatorade, a segunda a ocorrer no new.love Bowl.

Old is Cool-2009

Old is Cool 2009 (foto: André Gralha)

Novamente o evento foi um sucesso, a pista foi muito elogiada e consolidou-se mais ainda como uma das melhores pistas de skate do Brasil, em um dos mais acolhedores skateparks do mundo, onde se respira ar puro, se cansa o corpo e se descansa a mente.

Que venham os próximos anos da pista, os próximos eventos, e que a atmosfera do local continue sempre a mesma!

Parabéns new.love Bowl!



2 Comentários para “Parabéns new.love Bowl”

  1. Gustavo disse:

    Fala galéra, parabéns pela rampa. Gostaria de contruir um mini bowl e minha casa. Onde posso achar um projeto, ou alguma dica? Sou de Curitiba-PR.
    Valeu

    Gustavo

  2. Parabéns por esse exemplo de superação que foi a construção desse bowl. Me chamo Junior, e moro em Teresina, capital do estado do Piauí. Andei de skate durante um tempo quando era criança e por um problema no joelho deixei de andar, mas nunca deixei de ser apaixonado por esse esporte. Ano passado (2011) resolvi montar um skate novo e voltar a andar. Trabalho na prefeitura do município de Teresina, na SEMAM (Secretaria Municipal de Meio Ambiente) que está instalada num dos maiores parques da cidade (o “Parque da Cidade”) e que possui um Bowl em estado precário. Tive a idéia de reformar o bowl para estimular o esporte aqui no bairro da Primavera, tirando as crianças da rua e trazendo-as para o esporte. Já tive autorização do secretário para esse projeto, agora, gostaria de contar com a ajuda de vocês, no que fosse possível, como a ajuda na resolução de algumas perguntas que eu venha a ter no futuro. Gostaria primeiramente de parabenizar mais uma vez, esse belo trabalho de vocês, e, em segundo lugar, pedir que me mandassem o projeto da construção do bowl.
    Gostaria de saber também quem foi o arquiteto que fez todo o projeto, quantidade média de custos com a obra no geral etc.
    Já estou com um ofício em mãos pra ser mandado pra prefeitura aqui do município solicitando a visita de um arquiteto para primeira análise do bowl.
    Depois da visita do arquiteto, vou correr atrás de patrocínios e tentar começar a obra.
    Deus abençoe vcs.
    Abraço e agradeço desde já.

Comentar