Gatorade Old is Cool na ESPN – pt. 2

Terça-feira, dia 19 de maio, vai ser transmitida a segunda parte da cobertura do Gatorade Old is Cool feita pelo programa Skate Paradise da ESPN. Nesse programa serão abordadas as categorias Legend e Grand Legend. Essa é uma ótima oportunidade pra você relembrar um pouco do que aconteceu no evento. Não perca pois vai demorar mais 12 meses pro próximo Old is Cool.
A seguir você confere o release de Helga Simões contando um pouco do que será visto no programa:
“Há 8 anos, quando comecei a trabalhar com o skate ainda não tinha nem ideia onde tudo isto iria parar.

Lidava com gente muito nova, que tinha muita coragem e ousadia. Muitas vezes me perguntei se tudo aquilo que aqueles moleques faziam com um skate no pé não era só fruto de habilidade e juventude à flor da pele. Várias vezes questionei onde eles queriam chegar? Onde ia dar o final desta Estrada? Como tudo isto iria acabar?
Respondi boa parte das minhas próprias perguntas ao fazer a cobertura jornalística do Gatorade Old Is Cool 2009, o campeonato organizado pelo Fernando e o Guto Tesch, lá na Swell em Viamão, no RS.

Minha primeira pergunta: quem são estes caras que têm um único objetivo que é ficar em cima do skate, mas para isto, precisam chutar, afastar, raspar, impulsionar, girar, gingar, rodar, jogar pra cima ou pra baixo o próprio skate, com a intenção de ficar em cima dele?

Minha resposta: são garotos na faixa dos 3, 23, 30, 53 anos.
São meninas, que cobrem os roxos das pernas com maquiagem, quando precisam colocar um vestido de festa.
São filhos que aprenderam com os pais a se equilibrar em cima do skate ainda bebês.
São pais, que nunca esperavam dividir a plataforma da rampa com seus filhos.
São médicos como o obstetra e ginecologista mais skatista do Brasil, o Dr Lucas Teixeira, que redescobriu o prazer de andar de skate aos 40 anos, e com 45 dá barulhentos e velozes grinds nas paredes do bowl.
São desocupados, como o Coisa Ruim, personagem lendário de Porto Alegre, que mora na rua e anda de skate, mas que cumprimenta a todos com uma educação irrepreensível.
São teimosos inveterados, como Cesinha Chaves, que não sossega até o truck encaixar exatamente como deve ser encaixado no bloco de pedra.
São rostos nem se quer adolescentes, como o do Vi Kakinho ou do Murilinho Peres, que vivem a infância como todo criança deveria viver: brincando, só que eles o fazem em cima de um skate.
São dons inexplicáveis, como o de Pedrinho Barros, que parece ter mais do que só habilidade em cima de um skate, parece ter uma comunhão perfeita entre pés, madeira e rodas.
São vozes de estímulo e confiança, como a de Paulinho Rude, que traduz a emoção de dar uma manobra, em palavras, mesmo quando a gente acha que isto seria impossível fazer.
São pessoas, que fazem o que gostam e gostam muito do que fazem.
Particularmente, gosto muito de plagiar Kerouac, chamando a todos de Vagabundos, Vaganundos Iluminados.

Se você quiser ser arrastado por esta onda, tem um jeito, ou melhor, 2:
Na ESPN, nesta terça, dia 19, às 14h00, com reprise às 00h30
Na ESPN Brasil, nesta madrugada de quinta, dia 21, às 01h30.

Com direto a reprises também.

-   Dia 22, 09h00
-   Dia 24, 03h30

-   E mais sob consulta no www.espn.com.br/programacao”



Comentar